terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Resenha do livro Brasil Polifônico - Os evangélicos e as estruturas do poder

A obra Brasil Polifônico - Os evangélicos e as estruturas do poder foi escrito pelo pastor batista, mestre em teoria do direito pela PUC e colunista do jornal Estadão, Davi Lago, é uma livro impar no meio cristão por tratar a contribuição dos evangélicos na construção do Estado, principalmente observando Roma e Estados Unidos e é claro o Brasil.

Brasil Polifônico é uma obra crítica que trás aspectos sociológicos, jurídico, filosófico e teológico, separado em sete capítulos, desdes uma análise sobre o papel dos evangélicos (ou não), na influência social no Brasil, a redefinição filosófica de Cristo e César, um capítulo inteiro sobre direitos humanos e estado democrático de direito, no qual o autor faz uma defesa muito interessante, democracia: do areópago a Ekklesia, liberdade religiosa e laicidade, fé razão e diálogo e por fim a  conclusão.

A leitura é rebuscada, porém é estimulante devido o seu conteúdo e suas frases, além de todo o contexto histórico e a reflexão final sobre as indagações de nosso papel como embaixadores de Cristo nesta sociedade, inclusive a lacuna que existe de diálogo.

Não se trata de um livro estritamente teológico, pelo contrário é um livro publicado por uma editora cristã que dialoga com as ciências humanas e pela formação do autor ocorre uma interação  com o mundo jurídico, talvez esta seja a grande novidade do livro, uma vez que normalmente livros cristão que tratam sobre Estado, sempre tratam mais pelo viés da política e sociologia , enquanto Davi Lago utiliza da filosofia do direito, outro aspecto interessante são seus ensaios sobre a pós modernidade, uma espécie de antropologia cultural,  levando o leitor de fato a pensar no século XXI. Vale a pena ler!

Título: Brasil Polifônico - Os Evangélicos e as estrutura do Poder 
Autor: Davi Lago
 Editora: Mundo Cristão
 Páginas: 201



Nenhum comentário: